Crie um plano de marketing fácil para a sua loja de roupas

Ao contrário das grandes franquias ou lojas de departamento, uma pequena loja de roupas, para ser bem-sucedida, deve se concentrar em um mercado-alvo muito específico.

Os planos de marketing eficazes concentram-se na definição de um grupo-alvo lucrativo e direcionam todas as suas decisões para esse nicho. Por isso, é essencial que você planeje muito bem a sua estratégia para se conectar com esses clientes em potencial.  

Por meio de um plano de marketing, você adquire um autoconhecimento sobre o seu negócio, o que lhe auxiliará na análise das estratégias já realizadas, no entendimento daquelas que não funcionaram e, por fim, a entender melhor o seu mercado-alvo para que você possa direcionar melhor a criação de novas ideias.

A partir desse autoconhecimento, você também será capaz de identificar as necessidades de seus clientes e, dessa forma, traçar metas reais e alcançáveis.  Ter um plano de marketing faz a diferença, já que não só ajudará você a saber o que aconteceu com a sua estratégia como também lhe dará uma noção mais clara do lugar para o qual você pretende ir com o seu negócio.  

Primeiro passo: Segmento de mercado

Um mercado bem definido identifica clientes com base em dados demográficos (como idade e renda), no clima e em estilos regionais. Você deve dedicar bastante tempo trabalhando nessa definição, porque essa etapa influenciará todas as decisões que você tomará nas outras partes do seu plano de marketing.

Portanto, a primeira tarefa da sua loja de roupas é identificar como são seus clientes em potencial e todas as características que eles compartilham com a sua marca.

Segundo passo: analise a concorrência

A análise da concorrência está baseada em observar a maneira como se comportam as outras lojas, marcas e empresas que têm o mesmo tipo de negócio e o mesmo mercado-alvo que você. Para isso, investigue os seguintes pontos:

- Como eles atendem seus clientes na loja e nas redes sociais.
- Quais necessidades ou desejos são abordados (o que eles querem resolver).
- Sua vantagem competitiva.
- Sua desvantagem competitiva.

Saber tudo isso ajudará você a saber quais estratégias são preferidas pelos clientes, quais são as ferramentas que podem ser usadas para realizá-las e também como diferenciá-las, atendendo a outra necessidade ou desejo que ainda não foi satisfeito.

Terceiro passo: destaque seu diferencial

No mundo dos negócios, a diferenciação é fundamental para que todas as empresas possam ter "possibilidades" de sucesso.  Então, você deve focar em ter um estilo próprio que seja diferente dos outros.

E é esse diferencial que você deve utilizar para dar mais peso à sua publicidade, pois, assim, as pessoas entenderão por que devem escolher você e não outras empresas.

Planeje suas estratégias de promoção para se adaptar às características comportamentais do seu mercado. Se você sabe que eles são atraídos por roupas extravagantes para se sentirem ricos, por exemplo, promover preços baixos pode prejudicar a imagem da sua loja. Se o seu nicho está preocupado com a qualidade de custo, as promoções baseadas no preço podem ter um efeito positivo.  

Quarto passo: melhore o posicionamento

Onde na mente dos seus consumidores você está? Para levar a cabo essa estratégia, você deve considerar os valores que o seu nicho aprecia e, então, explorá-los para se posicionar acima da concorrência.

Enfatize um recurso exclusivo para que os seus clientes saibam quem é você e por qual motivo você é melhor do que outras lojas. O posicionamento da marca consiste em diferenciar sua loja em diferentes variáveis, que podem ser: preço, inovação ou exclusividade, por exemplo.  

Para um setor tão competitivo quanto o da moda, conseguir um bom posicionamento é fundamental para ter uma presença sólida no mercado. Pois, nesse mesmo mercado, coexistem muitas lojas que oferecem produtos similares, mas que, graças ao posicionamento, se afastam de seus concorrentes, parecendo bem diferentes umas das outras.

Quinto passo: estabeleça metas e objetivos a curto e longo prazo

Após fazer toda essa autoanálise sobre o seu negócio, é importante definir seus objetivos de curto e longo prazo. Um plano, como um mapa que levará você ao destino (metas ou objetivos) que deseja alcançar.

Prazos curtos e longos são relativos e fundamentalmente dependem dos objetivos do seu negócio. Além disso, é necessário lembrar que os objetivos curtos são mais visíveis e diretos; pelo contrário, os de longo prazo são difíceis de ver, mas tendem a ser mais eficazes.

Sempre tente fazer metas realistas (não tão pessimistas, mas não fora da realidade) em relação às vendas (quanto você quer vender por uma determinada data), à melhora do  posicionamento da sua loja, ao incremento de produtos disponíveis para venda, etc.

Deixe seu comentário